Quem somos

QUEM SOMOS

Somos uma Escola Virtual de Teologia de nível superior, criada para suprir a enorme lacuna deixada nas igrejas pela redução intelectual de cada credo, pela tentativa de se atender a um mundo descrente, sobretudo num país onde muitos não sabem ler e poucos conseguem entender bem o que lêem (e é isto que faz tanta gente seguir à religião sem saber por que segue ou até quando ficará nela). Somos, outrossim, um grupo de amigos de longa data, que se reuniam em função de sua fé e sentiram a necessidade de se criar uma personalidade de Grupo, visando aprimorar em cada um a fé que Deus despertava em nossos estudos. Somos também membros de igrejas (tanto católicas quanto protestantes) que dão valor prioritário à investigação sistemática da Teologia, da Bíblia e da literatura de qualidade; bem como somos gente SEM igreja, conquanto o aprofundamento teológico nos possibilitou enxergar não apenas o enorme bem que a religião faz ao mundo, mas também o mal que muitas vezes a religião faz à espiritualidade, cerceando a gloriosa liberdade dos filhos de Deus. Somos também uma escola de índole científica, porquanto procuramos usar métodos isentos de passionalidade temática, buscando respostas as mais próximas possíveis daquilo que seria lógico esperar que fossem, do ponto de vista comprobatório. Temos um estúdio de som e vídeo para ajudar em nossas pesquisas e produções, e contamos com pesquisadores na área de paraciências para evitar fixação em rigorismos doutrinais. Finalmente, somos uma escola real, sem sede própria, que se reúne na casa de seu diretor, o pastor Antônio Maltos, que cede gentilmente a sua casa para nossos encontros, enquanto aguardamos a chegada de nossa futura sede.

NOSSOS VALORES:

São os valores do Reino de Deus, que aprendemos, incorporamos e praticamos pela inspiração das Escrituras Sagradas, dando prioridade máxima à Moral cristã e aos bons costumes legados pelas primeiras comunidades de seguidores de Jesus. Por isso honramos e pregamos as virtudes cardeais da prudência, da temperança, da justiça e da fortaleza, bem como as teológicas da fé, da esperança e da caridade.

NOSSA VISÃO:

Vendo e compreendendo o estado atual do mundo, trabalhamos para levar esta geração a um máximo de consciência dos riscos espirituais envolvidos na alienação e na libertinagem, promovendo um ensino prático/virtual das matérias que aproximam o homem de Deus, numa educação de excelência dos princípios cristãos.

NOSSO LEMA:

“E aquilo que de mim ouvistes, através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e igualmente idôneos, para também instruírem a outros” (II Tm 2,2).

NOSSA MISSÃO:

Formar uma nova geração de cristãos conscientes com base nos ensinos de CS Lewis, para fortalecer a fé e a caridade cristãs, e ajudar a diminuir o sofrimento presente profetizado por Jesus.

De modo resumido, a heurística de CS Lewis também explica a nossa missão.

10 respostas a Quem somos

  1. Alexandre Neves disse:

    Graça e paz a todos!
    cheguei aqui no site buscando informações sobre salvação, que, aliás, é tema de minha monografia no seminário.
    preciso confessar que, já há algum tempo, venho incomodado com questões “extras terrestres”. vi vários comentários e, mais uma vez, fiquei incomodado até mesmo porque, muito uso a mesma (parecida) expressão que o autor: NÃO SOU DESTE MUNDO!!! li um livro que falava sobre Hitler, sobre a raça ariana…. deu um nó na minha mente. agora vejo o autor falando de Jesus, das idéias de Paulo, de estudos de teologia, etc. eu, com todo respeito, até mesmo pela minha ignorância, gostaria de fazer uma pergunta: como fica a fé em Deus (Jesus Cristo) quando se toma conhecimento de outros mundos, de outras vidas, raças, etc? obs.: eu particularmente, acredito na existência de outras vidas… Criador dos céus e da terra – Gn 1-1.

    • MUITO OBRIGADO, Alexandre, por sua leitura e honrosa participação no nosso site. E respondo: Não há problema algum, querido, na minha fé em Cristo, nem há qualquer conflito entre a fé cristã autêntica (que Cristo é Deus, que ressuscitou e que nos salvou) e a Ufologia científica – digo assim, porque há conflitos com a Ufologia mística, quando ela mistura coisas e se atrela a ideias reencarnacionistas. Mas mesmo os ufólogos místicos, muitas vezes estão mais próximos da verdade do que muitos pastores por aí. Todavia, respondendo você, se fomos levados pelo Evangelho a crer que Deus é pai e Jesus é o Filho, talvez possamos dizer que Deus é prolífico como uma verdadeira Mãe e, assim como aqui na Terra não há um centímetro de terra batida em que não se encontre milhares de micro-organismos, no espaço sideral também ocorre o mesmo, e nós só não ficamos sabendo da existência deles porque a NASA (os militares por trás dela) esconde TUDO de nós! Logo, se há micróbios no universo inteiro, aliás Multiverso, então também há alienígenas maiores, tanto animais quanto humanóides (talvez até “humanos”), sendo muitos de inteligência curta e outros muitos, mais inteligentes que nós. Assim sendo, creio que sua dúvida é esta: “Se há seres RACIONAIS no universo além da Terra, então será que eles pecaram como nós? E se pecaram, Cristo foi lá salvá-los?”. Querido: esta resposta é muito mais profunda do que pode supor a nossa vã filosofia, e somente em CS Lewis nós conseguimos esquadrinhá-la, senão vejamos:

      (1) Não existe apenas um único Universo (A Criação de Deus construiu inúmeros Universos, e por isso agora o chamamos de Multiverso);
      (2) Algumas raças tridimensionais de outros universos, como a nossa aqui da Terra, pecaram, e por isso Jesus teve que descer em cada planeta rebelde e oferecer a Salvação, em termos similares aos da Terra;
      (3) Porém se você pensar apenas no NOSSO Universo, então temos que dizer que SOMENTE a Terra pecou, e por isso todos os outros povos planetários podem ser chamados de “santos”, e Jesus jamais desceu ao planeta deles COM A MISSÃO DE SALVADOR.
      (4) Os alienígenas que estão na Terra são hostes rebeldes que aderiram as ideias separatistas de Lúcifer, e é por isso que é tão perigoso contatar alienígenas (os ETs malignos estão mancomunados com o alto escalão dos militares norte-americanos);
      (5) A Guerra final do Armagedom será uma guerra visível, travada entre alienígenas aprisionados na Terra e alienígenas benignos dos exércitos de Deus, dentre eles aqueles que Lewis revelou na Trilogia Espacial.

      Bem, Alexandre: isto é o máximo que pude resumir para atender à sua pergunta. No mais, o melhor caminho é LER TODA A OBRA DE CS LEWIS (sobretudo a Trilogia Espacial), estudar Ufologia e Teologia cristã, além de, modéstia à parte, acompanhar nossas publicações, seja neste site, no nosso BLOG e no nosso Canal do Youtube (StudioJVS). É isso. Valeu. A paz de Cristo esteja contigo.

  2. Elias Pevensie disse:

    Olá,eu sou muito fã de C.S Lewis. Principalmente de Nárnia e da trilogia de Ranson. Eu ainda não terminei o ensino médio e queria algumas dicas de livros teologicos dele para ler.
    Muito Grato
    Elias Pevensie
    Um amigo de Nárnia e de Aslan

    • Todos os livros de CS Lewis são lindos e divinos, e você deve procurar ler todos eles. Porém, uma vez que isso é muito difícil (muitos livros só se encontram no estrangeiro), você deve ler imediatamente “Milagres”, “O problema do sofrimento” e “Oração – Cartas a Malcolm”. Estes três teológicos são fundamentais. Quanto ao mais, procure acompanhar nossas matérias, pois elas não deixam de ser, quase sempre, comentários nossos às obras do mestre Lewis. Também comentamos em livros: procure por “O milagre do livro ‘Milagres'”; “O Grande Divórcio do Ecogentrismo” e outros, todos encontráveis no Google… (Valeu).

  3. roney sousa leão disse:

    Boa noite a todos vocês da EAT. Passei aqui, também, admirado, muito contente, em saber que existe vida inteligente com C.S.Lewis e os Eateanos, eu diria Hearteanos, pode ser? Há vinte e cinco anos, ou mais, que desconfiei que este brilhante cristão, ainda não era devidamente conhecido.
    Obrigadíssimo, “Hearteanos”, por existirem!!!
    Tudo que disser respeito a C.S.Lewis, gostaria de saber!!!
    Grato
    Em Aslam
    Roney

    • Puxa Roney! Você não imagina com que satisfação lemos o seu comentário! E lhe diremos mais: VOCÊ é que foi a surpresa maior de encontrar vida inteligente entre nós! E também diremos: muito obrigado por existir, e assim todos nós lewisianos formamos, invisivelmente, mas ao redor de todo o Planeta, uma corrente fortíssima (sustentada por Aslam) de condução das almas à perfeição, pois nosso Deus jamais se conformará com nada menos do que isso para nós! É claro que você pode nos chamar “Hearteanos”, pois nosso coração realmente pulsa por Aslam e só por Ele existimos. Todavia, para nos distinguir de outros lewisianos, temos um título secreto que daqui há uns dias lhe informaremos. Finalmente, irmão amado, se você quer mesmo saber de “tudo o que disser respeito a CS Lewis”, então pode apostar que encontrou o Grupo certo, aliás, “aquela porta secreta” que Lewis tanto insinuou existir. Ou melhor, nem nos encontrou: NÓS O ENCONTRAMOS! (Valeu!). Muito obrigado e abraço de Leão…

      • Teryani disse:

        A abordagem da relae7e3o copy+paste na sala de aula foi f3tima! Na minha e9poca de cole9gio tive um pofressor de histf3ria que permitia consulta nas provas.No inedcio, os alunos ficaram em polvorosa, ne3o estudaram nada, acharam que ia ser moleza, afinal, tudo estava no livro ledo engano! As provas eram difedceis, exigiam interpretae7e3o, ane1lise e opinie3o o livro era mais um instrumento de ajuda para clarificar as ideias, relembrar datas, nomes etc.Os pofressores de hoje team que se ligar e botar a cuca para trabalhar de forma criativa.

    • Rahul disse:

      Adorei este post. Eu chamava esse fitlro de edie7e3o . Lembro uma vez, conversando sobre isso com meus filhos, eu explicava que ate9 qdo a gente conta um caso, dependendo da pessoa, e sabendo dos seus interesses, nf3s enfatizamos esse ou aquele ponto. No caso profissional, jornalismo, isso fica mais claro. As histf3rias, as informae7f5es este3o por e1i, depende sf3 do olhar e do fitlro dos jornalistas e das pessoas. Credibilidade e9 essencial. Bjs!

  4. Ana Maria disse:

    Boa tarde,
    Achei muito interessante e rico tudo o que li nesse site e como faço para estudar na instituição?Tem gratuidade ou alguma bolsa?

    • Muito obrigado, Ana, por sua consideração por nosso SITE. Aliás, é bom que se diga, não é a sua consideração que nos espanta e alegra, mas a “novidade” ou raridade de seu gesto; o qual, num mundo tão alienado e desnorteado, prova que ainda existe gente como você que é capaz de nos ler e achar muito interessante, como você mesmo disse. Com efeito, é tamanha a raridade que chegamos a entendê-la como “estranheza” e, se de fato tem nos lido, já vai saber a que espécie de estranheza nos referimos (enviaremos um e-mail para você pelo e-mail fornecido e ali trataremos das questões que você pontuou). Valeu. Mais uma vez muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *